quinta-feira, 26 de setembro de 2013

DESPEDIDA

cronica-metro 
A verdade é que a gente nunca estamos preparados para despedidas, a gente nunca diz o quanto cada pessoa é importante para nós e quando elas partem o que dói não é só a falta que irá nos fazer, mas também por não termos aproveitado como gostaríamos e ficamos pensando: como poderia ter sido diferente. Quanto tempo perdemos, discutindo coisas tão banais que se for parar pra pensar, você nem lembra porque ou assunto que a causou,  na verdade perdemos tempo tão importante com coisas fúteis," uma vez me disseram que quando alguém morre , entregamos flores, porque era uma forma de mostrar o carinho , que não tivemos tempo pra mostrar quando estava viva" Quanto mais flores então , pensei comigo, mais arrependimentos as outras pessoas sentiam de não ter dando a atenção que deveria, dito palavras , carinho, amor talvez.
 Ocupando suas cabeças vazias, e ao mesmo tempo cheia de coisas fúteis de mais, pra desejar um bom dia ao seu pai que acordou cedinho pra ir trabalhar, e quando ele chega , da um abraço dizer que o ama, se importa com as pessoas, dar atenção, 5 minutos do seu dia cheio de coisas vazias. Pequenos detalhes, tem uma grande importância que não fazemos ideia. Ai quando lhe damos com a despedida, chorando e dizemos não vai, por favor fique, quero lhe contar as histórias que ainda não contei, te fazer rir como não fiz, te abraçar e dar o carinho que ainda não dei, por favor fique.
 Hora errada pra dizer isso, não perca seu tempo, por mais simples que sejam coisas do dia a dia, fazem uma grande diferença, talvez quando chegar a hora da despedida que é inevitável , a dor seja menor, talvez em vez de dizer quero lhe fazer coisas que eu não fiz, você diga - quero te fazer rir mais, conversar mais, contas mais histórias. E não se arrepender, de não ter feito, e sim de não ter mais tempo para fazer Mais.
 O que eu quero dizer, é pra não perdemos tempos com coisas tão banais, que achamos tão importante mais em momento de despedidas, nos arrependemos de certas coisas, que não deveríamos, viva intensamente,  faça e não se arrependa de nada, só se arrependa de Não ter feito, inevitável lhe dar com despedida, ultimamente eu vivenciem com várias, amigos, família, pessoas importantes, e penso logo mais sou eu, no lugar deles, me despedindo, indo viver novas rotinas, novas coisas, novas fases, o tempo passa rápido e quando já vimos, já foi, já outro dia, e o que fica é a saudades, sendo inevitável não lidar com ela, eu prefiro ter saudades de não ter feito mais, e não , de não ter feito.
 Simples coisas, que só com partidas , despedidas paramos pra pensar, o quanto são importantes.
 Viva mais... Se arrependa menos.

"Viver e ser feliz, saber da valor para as coisas mais simples ♪♫" Sabio - Chorão
ps: Pontes indestrutiveis , musica ótima pra ler com esse post ;D haha
beijos amores, obrigada por lerem , volte sempre 

(Ana Karolyna)

Um comentário:

  1. Muito bom seu texto. Também penso assim. Gostei do seu estilo, do jeito como escreve.

    ResponderExcluir