quinta-feira, 2 de maio de 2013

" Manias ... "

Com o tempo fui trocando de manias...
visível foi... a minha cumplicidade, a minha convêniencia,
mas uma delas jamais desgarrou da minha alma,
grudou na minha pele como hera trepadeira, aderiu a mim,
e roubou-me a inércia e a estúpida indolência.
Teve dias que tentei no abandono deixá-la pelo caminho,
sair correndo, e em disparate... seguir sozinho,
mas, não teve jeito... ela sempre estava ao meu lado,
tomando ternamente as minhas mãos, me aquecendo no frio.
Por diversas vezes quis fugir assustado... da minha mania de sonhar,
não consegui... até que um dia me aquietei e desde então me recomponho,
e a aceito como é... virginal ousadia,
e tive que admitir a rebeldia do meu próprio sonho,
e sonhar, há, isso eu sonho... e em demasia.
Meus sonhos são leves, profundos, reais, às vezes delírios espectrais,
mas são como ancoras em alto mar ou na beira do cais.
Às vezes... paro, para contemplar o tão pequeno são as coisas,
às vezes é preciso coragem para ser feliz... antes dos temporais.
Passei a ter manias estranhas... mudo o caminho, saio da estrada,
não sigo rastros, nem corro atrás dos ecos que não sejam os meus.
Com o tempo fui trocando de manias...
Houve um tempo que para sair, para viver, existir,
eu olhava para o espelho... como minha beleza mudou de lugar,
olho para dentro... respiro fundo, chamo a alma para enfrentar o dia,
entender alguns desatinos, duvidar de outros, e mudar.
Das manias que eu tenho, uma é ser eu... fiquei tão eu... que nada sobrou,
e depois de tudo isso... jamais consegui... ser o que não sou.
Com o tempo fui trocando de manias...
Bom mesmo... é que vou levar da vida as decisões que tomei,
como errei pouco, acertei pouco... mas, sonho tudo refazer,
e tenho ainda que esticar o meu destino e enfrentar novas ventanias,
e como não tenho outra escolha... vou continuar a ser feliz,
antes de desaparecer.
Manias... manias... de ser feliz.

(Ana Karolyna)

Nenhum comentário:

Postar um comentário