quinta-feira, 25 de julho de 2013

DESCOBRIU QUE ENTENDE-LA ERA LOUCURA.

Tumblr 
Ela é um “problemão" e nem ela mesma consegue se entender. Grita quando está com raiva e quase nunca percebe que falou mais do que a própria boca. Ah, se fosse somente aos berros que ela se expressasse, teima em falar com os olhos e pior, odeia quem não consegue decifrar seus olhares. Também costuma ficar em silêncio quando está com o ódio a flor da pele, para cada tipo de raiva, um tipo de expressão, para cada tipo de sentimento, um tipo de motivação. Adora achar-se fraca, mas, engana-se quem acha que realmente seja. Tem por si própria a tendência de odiar pessoas, mas se apavora ao fato de pensar em ficar sozinha algum dia. Adora fazer as coisas, porém quando quer e nunca quando obrigam. Tem medo e coragem ao mesmo tempo, tem o jeito mulher por completo, mas todos sabem que o seu jeito criança estará sempre ali. Adora se comparar para procurar entender quem realmente é, mas odeia ser comparada por qualquer um, ou por todos mesmo. Tem seu próprio estilo, mas tende a se ver como o pior de todos os estilos existentes, um dia se adora, no outro prefere nem se olhar em um espelho. Tem manias únicas, e algumas tão comum de se encontrar por ai. Odeia o fato de não saber o futuro e queria como ninguém se ver nele, só para não criar tantas expectativas e sofrer por cada uma delas. “Adora" sofrer por antecedência e talvez mais tarde nem era para se lamentar tanto assim. Ela é uma confusão danada , já tentou se entender, já tendeu fazer entender, já tentou no fundo comparar-se para encontrar o próprio “eu". Ah quem diga que é fogo, ah quem adora observar, ah quem diga que é uma obra prima e coisa rara, ah quem prefere nem comentar. Ela passou quase todos os dias da sua vida tentando se entender, mas, ela percebeu e preferiu somente ser ela mesma, sem explicações. Ela preferiu viver ao ficar se questionando.
Descobriu que entendê-la era plena loucura.

Um comentário: