quarta-feira, 19 de setembro de 2012

ESQUEÇA, E LOGO PASSA.

Tem_large
Não foi de proposito , deveria ter ido pra casa. Mais eu tinha que passar ali de qualquer jeito. O vi e em vez de coração disparar e todas aquelas babaquices que deveria sentir como aconteceu uns dias atrás no lugar daquilo foi NADA, é nada não senti nada, era um alguém qualquer como todos que estavam ali. E por educação o cumprimentei  e adivinha não senti nada também. Cumprimentei e foi estranho , porque eu me surpreendi era pra estar sentindo algo, mais não. Se isso é bom, não sei. Deveria ser ótimo, mais não sei. 
  E um concelho ?! Quanto menos você falar de mim , melhor pra você, melhor pra mim. E tudo fica bem. ... Esquecer virou um hobby meu , faça com que vire o seu também. 
 Em fim, esqueça ( pelo menos finja ), não diga, e nem pense, evite vê. E logo passa.
 ... E mesmo que não leia isso, deveria pois foi o meu ultimo texto a você.

(Ana Karolyna)

Nenhum comentário:

Postar um comentário