sábado, 18 de agosto de 2012

ENTRE ASPAS

Tumblr_ksxqa0wktr1qzyrwvo1_5001_large
“Foi no alto da escada que ela se jogou. Ouviu a voz dele sentada em seus ombros, piscou várias vezes até enxergar o reflexo atrás de si no espelho. O rosto mal cuidado, os olhos tristes, melancolia escorria. Então ela se virou e apenas a sombra de sua saudade permanecera. Os dias escuros como seu chá, nenhum raio de sol para colorir seus cabelos, ela foi fazendo parte das paredes. O toque dele, nos seus sonhos, carregava-a para longe de seu corpo, enquanto as lágrimas deixavam a realidade esverdeada com tantos musgos, quando ela fechava os olhos, sorria com o sorriso dele, a pele dourada e os cabelos sedosos. Se jogou na piscina e achou que havia morrido. Se afogou na própria dor até ser irreal, até criar muros a sua volta. Sem sentido algum, foi assim que terminou no alto da escada, olhando como princesa desprotegida, e bem escoltada por pedras que seus olhos viraram. Cabelos de gelo e olhos de vidro, corpo de mármore, manto de dor. E então ela se jogou.” — Amanda; Último suspiro de dor 


Fuente: omissa (Ana Karolyna)

Nenhum comentário:

Postar um comentário