domingo, 8 de julho de 2012

ESSA SOU EU.


Sou um desastre humano. Uma tpm ambulante. Exótica. Dificil. Chata. Inconstante. Cheia de defeitos e manias. Confusão e calmaria. Mas daí você chegou. Ah.. você finalmente chegou pra mim. Você me fez melhor. Você me acalmou, me amou, cuidou de mim. Me perdoa, vai. Estou deixando meu orgulho de lado por ti. Perdoa? Meus defeitos, deslizes, erros? Deixa eu ser digna do seu amor, deixa eu ser a última do seu coração. Me queira, agora longe ou perto. Não me deixe longe de ti. Concerte-me se preciso, me ajude se necessário, adapte-me a ti, beija-me, mas não me deixe ir. Você nao tem a noção do quanto eu preciso de ti. Não tem.


(Ana Karolyna)

Nenhum comentário:

Postar um comentário