quarta-feira, 20 de junho de 2012

UM BRINDE Á MIM.


Eu tenho mais é que brindar mesmo, por tudo o que já passei e consegui superar, por todos os tombos que levei e consegui me levantar, por todas as decepções que sofri e consegui perdoar. Ai daqueles que disseram que eu não iria conseguir superar, pois é, eles se enganaram mais uma vez, pois sei que os surpreendi. Sai da história como a “forte” embora eu estivesse me sentindo fraca, percebi que ali, naquele momento eu estava aguentando muito mais do que eu mesma pensava, se hoje eu consigo sorrir, foi graças á tudo o que passei, se hoje percebi em quem realmente devo confiar, foi graças á tudo o que eu consegui enxergar, então por mas que no momento aquilo tenha me causado uma imensa dor, agora eu percebo que talvez daquela maneira tenha sido melhor, porque as pessoas não mudaram comigo, elas simplesmente se revelaram. (…) Ah, eu só quero mesmo seguir em frente sempre, por mais que eu tropece, eu só quero poder me levantar de cabeça erguida. Mas enfim, um brinde á mim, pois consegui fazer tudo quando disseram que eu não conseguiria, um brinde á mim, por sorrir quando queria chorar, um brinde á mim, por ter aprendido com os erros, um brinde á mim, por ter amadurecido, por ter crescido, por estar de pé quando muitos gostariam de me derrubar, um brinde á mim, por conseguir superar.




(Ana Karolyna)

Nenhum comentário:

Postar um comentário