segunda-feira, 25 de junho de 2012

Seria... TÃO TÃO. assim!!


Hoje parei para pensar em como seria a minha vida sem você. Como seria a minha vida se eu não tivesse te conhecido? Como seria a minha vida se você não existisse? E danei a me imaginar por um momento sendo feliz. Não tô falando daquela felicidade que dá e passa, tô falando em ser feliz o tempo todo. Ser feliz demais. Transbordar felicidade! Digamos que talvez eu seria uma pessoa mais bem humorada, mais social, mais simpática… Mais tantas outras coisas. Sabe aquelas músicas lentas e melosas que costumo escutar pensando em você e que dá até vontade de me debruçar em lágrimas pelo o resto da vida? Então, eu iria poder ouvi-las sem derramar uma gota se quer. Assistiria filmes de romances e dramas sorrindo, confiaria no “eu te amo” e “sinto a sua falta”, e até voltaria a ler contos de fadas acreditando naquele clichê do “para sempre”. Talvez eu me pouparia de falar tantos palavrões, já que mais de 90% deles é relacionado a você. Descansaria por mais tempo, já que não teria ninguém perambulando na minha cabeça a noite toda me impedindo de dormir. Creio eu que as minhas olheiras não existiriam, até porque, quem seria o causador delas? Não criaria expectativas, não esperaria por um telefonema ou SMS qualquer, e talvez a palavra “ciúmes” sumiria do meu vocabulário. Se não tivesse te conhecido eu seria uma pessoa tão melhor, tão feliz, tão de bem com a vida, tão… tão… TÃO TUDO. Mas não seria sua. E não sendo sua, eu não seria eu. E é desse meu eu com você que eu mais gosto.




- Ana Karolyna

Nenhum comentário:

Postar um comentário