quinta-feira, 24 de maio de 2012

UM TEXTO PRECISO.




Quero um amor… Um amor verdadeiro, e se puder, um amor pra vida inteira. Nada muito exagerado, mas também não muito escasso. Algo que satisfaça-me. Algo que preencha o vazio, e deixe vazio quando estiver ausente. Alguém que esquente-me quando estiver com frio, e que me abrace quando chorar. Alguém que enxugue minhas lágrimas, e que se puder, chore comigo. Alguém que esteja comigo nos momentos difíceis e fáceis. Nos momentos de tristeza e de felicidade. Alguém que ria, e chore comigo. Alguém que me traga flores. Alguém me traga bombons. Alguém vá comigo aos parques nos finais de semana, e que vá em um restaurante barato para desfrutar do simples. Alguém que coma cachorro-quente na madrugada, depois de uma boa festa. Quero alguém que me surpreenda a cada dia. Alguém que eu sinta saudades, e que sinta saudades de mim também. Alguém que me faça dia-a-dia. Alguém que olhe para mim, e veja o seu futuro. Alguém que ao me ver, seja impulsionado pelo amor. Alguém que sem me ver, ligue, mande mensagens, e vá atrás. Alguém que passe-me confiança, e que confie em mim. Que diga que nunca irá me abandonar, em hipótese alguma. Alguém que se inspire ao meu andar, ao meu falar, ao meu beijar, ao meu abraçar, ao meu viver… Preciso de alguém que olhe para mim e veja algo lindo; algo que sempre precisou. Quero que alguém, por mim transborde amor. Que morra de amor, se puder. Quero alguém que viva em minha função. Quer dizer, não completamente. Quero alguém que me faça primeiro plano, não segundo, não terceiro, não quarto… Primeiro plano. Quero alguém que se lembre de mim ao ouvir determinada música. Quero alguém que passe abraçado comigo os dias frios. E que diga-me que não perco a beleza mesmo ao acordar. Quero alguém que cante - mesmo não sabendo -, um trecho de uma música bonitinha e meiga. Preciso de alguém. É mais que querer. É necessitar! Preciso de alguém que me compreenda, e que viva comigo e por mim. Preciso de alguém que me corresponda e me chame de meu amor; de nomes fajutas e clichês. Preciso de alguém que seja o “A” do meu alfabeto. Preciso de alguém que seja algo que um simples alguém. Preciso de um amor. Um amor verdadeiro e duradouro. Um amor que não me traga infelicidade, não me traga dor, não me traga lembranças ruins. Preciso de alguém que se conforme com os meus defeitos. E com essas minhas manias idiotas. Preciso de alguém que ache lindo a maneira como gesticulo. Preciso de alguém que me encha o saco quando brigo com o mesmo. Preciso de alguém que me imite ficando com raiva. Preciso de alguém que me ajude a levantar se cair. Preciso de alguém que me torne especial. Que me torne único. Preciso de alguém que olhe em meu olho, e diga um “eu te amo” verdadeiro e sincero. Preciso de alguém que fale comigo todos os dias, e que sinta saudades quando não falar. Preciso de alguém que cuide de mim, protegendo ao máximo. Preciso de alguém que se acostume com o meu ciúmes, e que também fique com ciúmes. Preciso de alguém que entenda minha possessividade e o meu egoísmo no amor. E que seja meio eu também. Preciso de alguém que precise de mim, assim como preciso. — Aluga-se Felicidade, Eternos “Precisos”.




(Ana Karolyna)

Nenhum comentário:

Postar um comentário