quarta-feira, 19 de outubro de 2011

amor uma droga viciante

Era domingo um dia normal eu em um lugar longe de você e você contando os minutos para chegar logo no hospital e fazer o isame que tinha que fazer pra vir logo embora me vê. Era estranho em um domingo fazer isame, mais era verdade, eu estava inquieta longe de você parecia que faltava alguma coisa, tipo quando falta droga para um drogado é estranho mais eu estava me sentindo assim. Lá dentro enquanto todas curtia a festa lá fora, eu loucamente tentando ligar pra você para apenas ouvir sua voz dizendo que já estava com saudades, quando saio lá fora pra tentar achar rede no celular dou de cara com você, nossa aquilo foi tão lindo pra mim, mais na minha cabeça você veio pra curti com a galera, agente zuando e brincando com o povo, afinal você animou em mim tudo que estava pra baixo desde daquela hora que sai de sua casa, nós no rancho brincando agente desce lá pra baixo no tablado... você me silêncio e o escuro dominando tudo que havia ali , mato e mais mato, alguns amigos atrás da gente e agente na frente conversando, engraçado você conversando de cabeça baixa não parece o mesmo cara eu conheço até que você fala que não aguento que tinha que me ver antes de ir no médico eu pulei de alegria, queria gritar , te beijar, te amar, mais acho que foi como em contos de fadas onde acontece tudo de uma vez , e muito rápido você teve que ir , embora e eu queria ir junto com você , mais não tinha como , seu amigo estava com você já... Tá tudo bem eu fiquei , mais quando vi você indo embora toda aquela tristeza volto, meu rosto fico triste e minha barriga volto a dar aquelas agulhas de medo de perder você , pois é assim que eu sinto, quando estou  longe de você. Entrei pra dentro minha imagem naquele rancho era totalmente invisível ninguém me via lá, estava todo mundo curtindo a festa, rindo zuando, fui dormi logo cedo, mais minha estupides falou mais alto, briguei com varias pessoas, por que por onde eu olhava não achava você pra conforta aquele medo que me cobria por dentro. Mais finalmente alguém me ouviu naquele dia e ficou conversando sobre você lógico comigo, a noite passou rápido falar de você ou tudo que envolve você passa rápido o porque será não é ? Mais em fim, fui dormi e no outro dia já queria ir embora logo cedo fomos embora no caminho fui pensando que tudo isso , toda vez que estamos longes só nos mostra do quanto precisamos um do outro, do quanto precisamos estarmos perto,do quanto nosso amor estar sendo uma droga viciante nos deixando totalmente loucos, mais i daí a loucura é de amor por você mesmo.


 você é minha droga viciante .






(Ana Karolyna)

Nenhum comentário:

Postar um comentário