quinta-feira, 2 de junho de 2011


Eu quero seu beijo, seu jeito. Eu quero sua voz quando tudo der errado. Eu quero ter quem me ouve gritar. Aliás, eu tenho: Você. Eu quero deitar no seu colo em uma tarde fria e sem graça e deixar seu sorriso fazer sentido. Eu quero você durante a noite. Eu quero aqueles mínimos detalhes que só você sabe me dar. Eu preciso de você para as coisas fazerem sentido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário