terça-feira, 24 de maio de 2011

A solidão mora ao lado ,


Pra ser lido ao som de "Chasing Pavements - Adele"

Eu tento, juro que tento, mas simplesmente não dá pra deixar pra lá.
Observo todos os dias, horas, minutos, segundos que posso.
Em todos os meus pensamentos, em todas as minhas músicas e em todos aqueles versos tolos que faço e escondo na última gaveta do meu armário.

Porque, quando você caminha, posso sentir que aquilo é quase um sacrifício. Vejo aqueles sorrisos que vêem e se vão com a mesma velocidade. Todas as músicas que menciona parecem à trilha sonora perfeita da depressão. Sei que está sofrendo, sei que precisava de alguém pra conversar. Alguém pra simplesmente sentar e ficar ali, sem precisar de motivos.

Mas, não sou sequer sua amiga.
Eu sou só a menina  que gosta de observar sem que ninguém perceba.
Sem que isso incomode.
Sem que isso me deixe vulnerável.

E enquanto isso, essa solidão vem amiga e senta ao meu lado.
Faz-me companhia e diz que vai ficar.
Enquanto isso eu sei que você está sentado em algum lugar tentando bloquear os próprios pensamentos. Porque eles doem, porque você quer ser forte, mesmo quando tudo que o seu corpo pede é para ficar ali, sentada em qualquer lugar, fingindo que as coisas estão certas.

Otimismo é só o disfarce dos corajosos quando nada parece dar certo.
É a ilusão de que o mundo gira e logo trará algum melhor.
Mas, ele nunca trás se você não fizer algo a respeito.
Pensamentos positivos não são nada comparados às atitudes. 

E eu sei de tudo isso porque, uma alma reconhece o gêmeo-sofrimento de outra.
E eu sei que de algum modo você precisa de mim tanto quando eu preciso de você.
Mas, enquanto eu não digo e você não percebe, vou deixando que outras mãos cruzem os dedos aos seus, que outros corpos toquem o seu, que os seus sorrisos sejam como os meus e esperando que um dia sua solidão e a minha possam fugir para um lugar distante, enquanto eu sento e apenas de te observo respirar.

Quando é que você vai entender que toda essa solidão é porque não esta olhando para o lado certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário