domingo, 1 de maio de 2011

Life, Dreams, and Freedom

O que mais me assusta nos sonhos é a perspectiva deles se tornarem reais, e a probabilidade de não se tornarem. ''Um sonho é um desejo que seu coração faz'' alguém já me disseste pelas ruas infinitas do destino, eu penso que, então, nosso coração deve ser mesmo masoquista, ele nos ilude, nos leva ao céu dos sonhos loucos, e a gente acaba o quebrando em mil pedaços quando volta para a realidade.
E os pesadelos então? Ainda acho que o maior pesadelo é enfrentar a vida e suas peripécias. As vezes eu me pergunto se estou a sonhar, e não consigo chegar a uma resposta. Será a vida um grande sonho lúcido? Você sente, mas não é real. Oque é a vida então? Se eu não sei sequer oque é a vida oque me impede de viver sonhando? Ozzy Osbourne já havia dito ''Eu sou apenas um sonhador, eu sonho minha vida. Eu sou apenas um sonhador, e sonho com dias melhores.'' em uma de suas mais belas músicas, Dreamer.
Sonho ou realidade? Eis a questão.
Seria tolice dizer que não importa, pois se não importa não faz sentido estarmos todos aqui. E a minha última pergunta é: Deve fazer sentido?
Como já dissera Aleister Crowley e mais tarde, o grande Raul Seixas:
''Faz o que tu queres pois é tudo da Lei!''

Nenhum comentário:

Postar um comentário